TV alemã grava atrações turísticas de Foz do Iguaçu

Uma equipe da Deutsche Welle está em Foz do Iguaçu gravando sobre as atrações turísticas como o Parque Nacional do Iguaçu, Parque das Aves, Marco das Três Fronteiras e Usina Itaipu. A emissora alemã que transmite seu conteúdo para toda Europa, ainda sabe quando vai exibir a reportagem “Meet a Local”  no programa “Check-in”, ancorado pelos jornalistas Nicole Frölich e Lukas Stege

O produtor Luciano Nagel afirmou que devido da pandemia mundial do coronavírus a exibição das reportagens gravadas no Brasil não tem ainda data definida, mas espera que a veiculação se dê até o segundo semestre deste ano. A emissora já gravou matérias nas cidades de Nova Petrópolis (RS) e Cambará do Sul (RS) – na divisa de Santa Catarina.

O “meet a local” escolhe sempre um morador – no caso de Foz, o jornalista Garon Picelli – para mostrar em um vídeo de cinco minutos ou mais as atrações turísticas e a gastronomia da cidade.

Retomada – A gravação é mais um indicativo da premente retomada dos visitantes estrangeiros. Ainda no primeiro semestre, a prefeitura, Estado e Itaipu Binacional farão campanha de divulgação do destino no mercado internacional de turismo.

O Ministério do Turismo aponta que Foz do Iguaçu é o terceiro destino na preferência dos estrangeiros que pretendem visitar o Brasil, em 2021, atrás apenas do Rio de Janeiro e Búzios.

Os dados são de pesquisa do site de viagens Decolar, com base em buscas de consumidores por produtos de sua plataforma até 30 de novembro deste ano, para check-in em janeiro de 2021.

Na pesquisa, Foz do Iguaçu é seguida de Florianópolis (SC), Salvador (BA), Porto de Galinhas (BA), Natal (RN), Porto Seguro (BA), Maceió (AL) e Balneário Camboriú (SC).

Sobre a DW – A Deutsche Welle (onda alemã) é uma empresa com sedes em Bonn e Berlim, que transmite para o exterior programas de rádio, além de oferecer uma programação televisiva e um amplo portal de conteúdo online em 30 línguas. A Deutsche Welle é o equivalente alemão a redes de notícias como a BBC World, por exemplo.

A DW está no ar desde 3 de maio de 1953. Em 2003, passou os programas de rádio em Boon, enquanto a produção televisiva é, principalmente, feita em Berlim. A dw.com, o portal jornalístico da Deutsche Welle, é elaborado tanto em Bonn quanto em Berlim e oferece conteúdo em 30 línguas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Projeto de lei quer incluir direitos dos animais no currículo escolar

“Prevenir os maus-tratos e respeitar os direitos dos animais pode vir a ser tarefa escolar. Essa é a proposta do projeto de lei que estou apresentando na Assembleia Legislativa do Paraná”, disse o deputado estadual Cobra Repórter (PSD) nesta quarta-feira (03). O projeto de lei pede a inclusão de conteúdos relativos a direitos dos animais e formas de proteção destes direitos nas escolas públicas e privadas do Estado do Paraná.

“A ideia é que as aulas sobre esses temas sejam norteadas pelo respeito ao meio ambiente, à fauna, à flora e à biodiversidade. Na minha opinião, a falta de informação é um dos responsáveis pelo sofrimento dos animais. Nada mais prudente que educar nossas crianças para que sejam mais conscientes. Ações educativas ajudam a diminuir os problemas relacionados à falta de informação a meu ver”, explicou o deputado.

De acordo com o texto do projeto, a inclusão de conteúdo sobre proteção e direito dos animais no currículo das escolas se baseia no seguinte: todo o animal possui direitos; o desconhecimento e o desprezo desses direitos têm levado e continuam a levar o homem a cometer crimes contra os animais e contra a natureza; a educação deve ensinar desde a infância a observar, a compreender, a respeitar e a amar os animais.

O deputado estadual Cobra Repórter é autor da Lei Estadual nº 19.472/2018, que institui o Julho Dourado. O objetivo da lei é realizar ações e motivar a população para que reflita sobre o bem-estar dos animais de rua e animais domésticos de estimação (pets).

Paraná recebe mais 146,8 mil doses da vacina contra a Covid-19

O Paraná recebeu mais 146,8 mil doses da vacina contra a Covid-19 desenvolvida pelo laboratório chinês Sinovac em parceria com o Instituto Butantan, de São Paulo. O novo lote chegou ao estado na manhã desta quarta-feira (3).

Até terça-feira (2), 317.461 pessoas haviam sido imunizadas no Paraná, de acordo com a Secretaria de Estado da Saúde (Sesa). Destas, 112.820 receberam duas doses do imunizante.

Com o novo lote, até agora, o Paraná recebeu 853 mil doses de vacinas contra a Covid-19 do Ministério da Saúde. Atualmente, as unidades enviadas são da CoronaVac/Butantan e Oxford/AstraZeneca.

Leia mais no G1